Cerveja Pilsen de extrato de malte! Confira a receita

Dá para fazer qualquer cerveja com extrato de malte? SIM e hoje trago a nossa receita de cerveja pilsen!

Chega mais e vem conferir.

Já comentamos como o extrato de malte é produzido nesse post aqui, e por causa do seu método de produção, as cervejas feitas com extrato costumam ficar com uma coloração um pouco mais escura do que as cervejas produzidas com grãos. Então se sua cerveja Pilsen de Extrato de malte ficar com uma coloração mais escura, não estranhe. É normal.

Cerveja Pilsen de Extrato de Malte

A Pilsen é uma cerveja com final bem definido (crisp), limpa, refrescante e com um proeminente amargor proveniente de variedades nobres de lúpulos. Possui cor amarelo claro a dourado e é ideal para acompanhar um bate-papo com os amigos.

INGREDIENTES

2kg extrato de malte seco

620g açúcar cristal

10g Lúpulo Magnum (60″)

50g Lúpulo Saaz (whirlpool)

2 sachês Fernento Mangrove Jack´s M84 – bohemian pilsner

FERVURA

1) Aqueça 26 L de água na panela de fervura. Despeje os 2 kg de extrato de malte e os 620 g de açúcar cristal na água e mexa bem com a colher até dissolver por completo.
2) Continue aquecendo até levantar fervura.
3) Assim que começar a ferver, adicione 10 g do lúpulo Magnum. Não precisa mexer durante esta etapa.
4) Enquanto a fervura acontece, aproveite para sanitizar seu fermentador, chiller e demais instrumentos que serão usados na parte fria da produção.
5) Após 60 minutos de fervura, desligue o fogo, deixe descansar por 5 minutos e faça o whirlpool (fazer um redemoinho com a pá – gire o mais rápido que conseguir sem derramar).
6) Acrescente durante o whirlpool 50 g de lúpulo Saaz e aguarde mais 15 minutos para os resíduos decantarem.
7) Caso tenha um densímetro ou refratômetro, meça a densidade (OG) e anote.
8) Resfrie o mosto com serpentina (chiller) previamente sanitizado e transfira para o fermentador. Caso não tenha serpentina, transfira o mosto quente para o fermentador e deixe esfriar numa tina com gelo ou naturalmente.
9) Com o mosto frio (abaixo de 30°C) despeje a levedura no fermentador, tampe e coloque o airlock.

FERMENTAÇÃO

Atenção: Para fermentar cervejas do tipo Lager, é obrigatório fazer o controle de temperatura para se obter um bom resultado. A fermentação deve ocorrer entre 10 e 15°C.
10) Mantenha o fermentador descansando por 14 dias à 12°C e 3 dias à 16°C (para diminuir a concentração de Diacetil). No final da fermentação deve-se ter atingido a FG desejada.
11) Após 17 dias, caso tenha um densímetro ou refratômetro, meça a densidade novamente (FG) e anote.

MATURAÇÃO

13) Abaixe a temperatura do fermentador para 5°C, ou coloque-o na geladeira comum por mais 15 dias.

ENVASE E REFERMENTAÇÃO NA GARRAFA

14) Sanitize as garrafas / growlers / pets que irá utilizar. Não esqueça de sanitizar as tampinhas.
15) Cuidado para não agitar o fermentador e turvar a cerveja.
16) Despeje o sachê de açúcar ou bala de carbonatação dentro da garrafa (1 sachê/bala para 300 ml, 2 sachês/balas para 600 ml e 3 sachês/balas para 1L) e encha-a com a cerveja deixando sempre um espaço vazio de 2 dedos (head space). Tampe a garrafa.
17) Guarde as garrafas de cerveja por 5 a 7 dias (em temperatura ambiente) até formar gás. Depois disso basta colocar as garrafas para gelar e aproveitar.

 

Se você quiser comprar o kit pronto, montamos kits de 5L e 20L

Boas cervejas!

Fernanda Puccinelli Autor

Grande apreciadora de cervejas, teve o primeiro contato com cerveja artesanal sendo cobaia das primeiras cervejas feitas pelos Lamas. ;) Depois de uma temporada nos EUA resolveu unir o útil ao agradável e se aprofundar no mundo das cervejas artesanais. Gosta de viajar, cachorros e claro beber e falar sobre cerveja.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *