A história da Oktoberfest – tradição e curiosidades

Olá Cervejeiros e Cervejeiras.
Dia 15 de setembro de 2020 seria a data que começaria a Oktoberfest em Munique, a maior festa cervejeira do planeta. Mas devido à pandemia do Coronavírus, eu sei, você também não aguenta mais ouvir sobre a pandemia….. enfim, devido a pandemia não vai ter mais festa.
Mas você conhece as origens dessa festa? Não? Então, senta que lá vem história!!

A História da Oktoberfest – Um Casamento

Em 1810, o príncipe Ludwig casou-se com a princesa Teresa Sassonia-Hildburghausen e todos os cidadãos da cidade de Munique foram convidados a participar das celebrações. Mas não foram celebrações comuns, graças ao Andreas Michael Dall’Armi, membro da guarda nacional da Bavária, os noivos ganharam em sua homenagem e para celebrar o casamento uma imensa corrida de cavalos.
O casal casou-se em 12 de outubro de 1810 e as festividades ocorreram na data de 17 de outubro nos campos de Theresienwiese, nome dad em homenagem à noiva e foram nesses campos que ocorreu a corrida de cavalos.
Embora não tenha não relatos históricos da presença de tentas de cerveja na época, esse evento é que marca o início da Oktoberfest em Munique e em 1824 a cidade de Munique reconheceu Andreas como o “criador” da Oktoberfest.

Oktoberfest – Uma Feira Agropecuária

Um ano após o casamento, todos estavam de comum acordo – precisamos de uma festa – porém como não havia mais nenhum casamento royal para celebrar, era necessário uma outra desculpa e foi aí que a Associação de Agropecuária da Bavária entrou em ação e cuidou da organização da Oktoberfest, criando um evento perfeito para expor suas benfeitorias.
Porém, 1813 chegou e com ele as guerras napoleônicas e com isso neste ano não houve edição da feira. Nos anos seguintes à guerra, a feira continuou sendo realizada como um evento privado. Até que quem 1819 a prefeitura de Munique resolveu tornar o evento uma prioridade, já que se ligou que era uma feira que estava trazendo um número muito grande de pessoas e claro, movimentando muita grana e por isso, ela se tornou uma feira celebrada anualmente e com apoio do governo municipal. E com isso, aumentou-se o tempo de festa, passando o seu início para o meio de Setembro e terminando no meio de Outrubro, afim de se aproveitar os dias mais quentes do final de Verão europeu.

Em 1850, ocorreu mais um marco para a Oktoberfest. Nesse ano foi inaugurado a Estátua da Bavária, uma figura simbólica que protege a Oktoberfest e seus participantes. Mas você acha que os anos seguientes foram facéis? Foram nada em 1854 a festa foi cancelada devido à epidemia de Cólera. Em 1866, a Bavária resolveu declarar guerra junto com a Áustria à Prússia, então a festa foi suspensa. Em 1873, a Cólera atacou de novo, parece que não aprenderam os cuidados de higiene na primeira vez. Pois é, acho que o guardião, não protegeu muito bem a Oktober.

Enfim, uma notícia boa, 1885 foi o primeiro ano que a festa teve energia elétrica!! whoo hooo!!E o pessoal pode ficar até mais tarde nas tendas iluminadas. Ah, e quer saber uma curiosidade, voltamos um pouquinho para 1881, neste ano foi a primeira vez que foi servido o famoso frango assado que mata a fome de famintos visitantes até os dias atuais, para não dizer alcoolizadas, ne? rsrsrs

Em 1887, foi retomado o desfile de abertura da festa, o que hoje é uma das celebrações mais importantes que acontece dentro da Oktoberfest e que indica que as festividades começaram. E a partir de 1892, o Mass (em alemão Maß) foi instituído como o copo oficial da Oktoberfest. Não sabe o que é o Mass, é uma caneca de 1L de cerveja.

1910 aos Dias de Hoje – A Oktoberfest que Conhecemos

E chegamos ao ano de 1910, o ano em que foi comemorado 100 anos da Oktoberfest. E adivinha o que mais foi consumido durante a festa? Claro que cerveja, nada menos do que 120.000 litros de cerveja foram bebidos durante a festa de 1910. Um recorde para os padrões da época!

Durante a festa de 1913 foi inaugurada a Braurosl, a famosa tenda com capacidade para 12 mil pessoas sentadas.
Agora chegamos em 1914 e no período de 1914 a 1918 o festival foi cancelado devido a Primeira Guerra Mundial, afinal ninguém tava em clima para comemorar e beber cerveja. Em 1919 e 1920, o festival foi realizado, mas foi muito singelo e nomeado apenas como um festival de Outono. Já 1923 e 1924, a festa foi cancelada por motivos econômicos. É os anos 20 não começou fácil pra os idealizadores da Oktoberfest, não?!
Em 1933, anos sombrios estavam se anunciando na Alemanha e a tradicional bandeira da Bavária foi substituída pela bandeira com a suástica. Tempos difíceis. E devido a Segunda Guerra Mundial, de 1939 a 1945 o festival foi cancelado novamente, pois não havia como realizar o evento em meio a bombardeios. De 1946 a 1948, assim como após a 1ª guerra, foi celebrado apenas um festival de outono com uma cerveja bem leve.
Já em 1950 é que se deu início à tradição de abertura do primeiro barril da festa pelo prefeito da cidade de Munique, essa tradição é feita até hoje e chama-se O’Zapft is! (em dialeto da Bavária, em alemão seria Angezapft ist es).
E os anos passaram e agora estamos em 1960, este foi o ano que ocorreu oficialmente o término das corridas de cavalo que deram origem, lá em 1810, ao grande festival que é a Oktoberfest. E foi a partir de 1960 que o festival tomou os moldes que encontramos hoje em dia.
Mas não é sempre que tudo acontece como o planejado e em 1980, mais precisamente em 26 de setembro às 22h19 uma bomba explodiu dentro de banheiro na entrada do festival, ferinfo mais de 201 pessoas e matando 13 pessoas. O ataque foi atribuído à Gundolf Köhler, um extremista de extrema direita que acabou vindo a óbito durante o ataque.
Com a modernização dos kegs, estes passaram a ser fabricados com metal e claro que para mater a tradição, em 1984 os organizadores começaram a revestir os kegs de metais com madeira para se parecerem com os antigos barris de madeira. Tudo para sair bonito na foto, né? 😉
E a partir de 2005 para a festa se tornar mais agradável às inúmeras famílias que frequentam a feira, as músicas são limitadas a 85 decibéis e terminam exatamente as 18h.
Foi em 2008 que o cigarro em lugares fechados foi proibido na região da Bavária, mas dando um jeitinho, os organizadores da Oktoberfest conseguiram que a lei não fosse seguida pela festa durante os anos de 2008 e 2009, mas em 2010 não teve jeito e o cigarro foi banido dentro das tendas!!! Ufa!! ainda bem!
200 anos de idade não é para ninguém né? E a Oktoberfest completou em 2010 duzentão e teve um corrida de cavalos especial para comemorar o aniversário da festa.
Mas e agora em 2020? Agora a festa foi cancelada e vai entrar para os momentos históricos marcantes da festa!!! 2020 – o ano que a oktoberfest foi cancelado devido à pandemia de Coronavírus.

E no Brasil? E a oktober em Blumenau…

Também foi cancelada por causa da pandemia. Mas não tem problema, estamos preparando uma #oktoberemcasa para você curtir na segurança do seu lar. E publicaremos diversos conteúdos para você se divertir e fazer várias cervejas alemãs e comer muita comida boa!!
Se liga no que já aconteceu…

Aprenda a fazer uma Schwarzbier

Lançamento de 2 receitas novinhas especiaid para a Oktober em Casa.
Vienna Lager 5L e 20L
Oktoberfest Festbier 5L e 20L
Boas cervejas e se já foi na Oktberfest tanto em Munique ou em Blumenau, deixe nos comentários suas experiências.
Prost!
Sites consultados: https://www.oktoberfest.net/history-oktoberfest/
https://www.oktoberfest.de/en/magazine/tradition/the-history-of-oktoberfest

Fernanda Puccinelli Autor

Grande apreciadora de cervejas, teve o primeiro contato com cerveja artesanal sendo cobaia das primeiras cervejas feitas pelos Lamas. ;) Depois de uma temporada nos EUA resolveu unir o útil ao agradável e se aprofundar no mundo das cervejas artesanais. Gosta de viajar, cachorros e claro beber e falar sobre cerveja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *