Harvest Ale – Receitas de cerveja com lúpulo fresco

Hoje convidamos mais uma vez o Rodrigo Baierle da lúpulos 1090 para compartilhar com vocês uma experiência muito legal e que até pouco tempo atrás era impossível de se pensar em fazer no Brasil. Com a palavra o Rodrigo e a sua experiência em brassar uma Harvest Ale.

Harvest Ale

Comecei a cultivar lúpulo em casa pensando em fazer minhas cervejas com lúpulo fresco do quintal, na época estava fazendo minhas primeiras brassagens e nem sabia  que Harvest Ale era o nome deste tipo de cerveja, que leva em sua composição lúpulo fresco recém colhido.

As cervejas de colheita são feitas em vários locais do planeta, principalmente é claro nas regiões produtoras de lúpulo pelo mundo! Diversos estilos de cerveja podem ser feitos usando lúpulos frescos, de lager’s a ale’s, escuras a claras, suaves a lupuladas!

Como as primeiras produções de uma planta de lúpulo são menores, nas minhas primeiras brasagens o lúpulo fresco era apenas um complemento para o lúpulo comprado. Depois da maturidade de 3 plantas passei a ter excesso de lúpulos hehehe. Foi aí que comecei a pesquisar mais sobre o potencial de rendimentos da cultura do lúpulo, pois até então eu buscava apenas cultivar lúpulo para meu uso caseiro, mas este é outro assunto que iremos abordar em outro momento.

Imagine você com duas plantas de lúpulo em casa e podendo fabricar 300 litros de cerveja por exemplo! Não é fantástico?

Uma coisa interessante foi que conforme minhas plantas iam atingindo sua maturidade e produzindo em maior quantidade e qualidade eu também fui evoluindo como cervejeiro caseiro e aprimorando minhas receitas. Hoje em dia ainda faço brassagens de cerveja lager usando exclusivamente o lúpulo Cascade fresco na época da colheita em final de fevereiro ou início de março. Vou compartilhar esta receita com vocês!

Você irá evoluir com suas plantas e irá acertando a mão na quantidade do lúpulo fresco a acrescentar nas suas receitas, isto por que o teor de alfa ácidos e óleos essências é muito variável, e tende a ir aumentado com a idade das plantas. O ideal seria mandar analisar seus lúpulos em um Laboratório como o da Escola Superior de Cerveja e Malte – ESCM de Blumenau/SC para elaborar a receita, mas também é possível ir ajustando esta quantidade conforme forem feitas as suas bassagens. A regra para converter a quantidade de lúpulo a ser usada é multiplicar por quatro a quantidade de lúpulo fresco em relação a sua receita com lúpulo peletizado ou desidratado. Ou seja, se sua receita leva 50 gramas de lúpulo peletizado você deverá usar 200 gramas de lúpulo fresco, colhido no máximo 12 horas antes da brassagem.

Receitas de Harvest Ale

Abaixo estão duas receitas de cervejas com lúpulo fresco que fiz.

American Pale Ale – APA com lúpulo fresco (40 litros)

 

OG: 1045    FG: 1010   ABV: 4,6%

Ingredientes

8 kg Malte Pale Ale
400 g Lúpulo Magnum em flor fresca (60 ‘)
400 g Lúpulo Cascade em flor fresca (Whirlpool a 80°C)
2 sachês de Fermento Levteck – Teckbrew 10 – American Ale

Passo a passo

 

Aqueça 30 litros de água a 68°C e coloque o malte moído, a temperatura vai cair para 65°C mantenha por 1 hora ou até a conversão total do amido. Faça o mash-out por 10 minutos a 76°C e depois recircule o seu mosto até ficar cristalino. Lave o bagaço com 25 litros de água

Ferva o mosto sem o bagaço por 60 minutos e acrescente os lúpulos conforme indicado nos ingredientes. Fermente a 18°C até a FG estabilizar. Faça a maturação por 5 dias a 10 graus, e depois faça o cold crash a 2 graus por 3 dias. E envase como costume.

 

Hop Lager – com lúpulo fresco (40 litros)

OG: 1035  FG:1010  ABV: 3,3%

Ingredientes

7 kg Malte Pilsen
480 g Lúpulo Cascade em flor fresca (30 ‘)
400 g Lúpulo Cascade em flor fresca (whirlpool a 80°C)
4 sachês Fermento Levteck – Teckbrew 81 – American Lager

Aqueça 30 litros de água para a mostura a 68°C, adicione o malte e mantenha a 65°C por 1 hora ou até o total conversão do amido. Faça o mash out a 76°C por 15 minutos, recircule o mosto até ficar cristalino e trasnfira-o para a panela de fervura. Lave o bagaço com 25 litros de água a 76°C.

Faça a fervura por 60 minutos e acrescente os lúpulos conforme o indicado na receita.

Fermente a cerveja a 15 °C até a FG estabilizar, faça o descanso de diacetil mantendo a temperatura em 20°C por 2 dias.

Faça a maturação por 15 dias a 5°C graus  depois faça o cold crash a 2 graus por 3 dias e envase como costume.

Lúpulos Frescos no Brasil

Desde o ano passado no Brasil já foram feitas cervejas com lúpulos frescos em algumas cervejarias devidamente registradas e não apenas por cervejeiros caseiros. Inclusive foi realizado um evento chamado de Primeira Celebração do Lúpulo Fresco no estado de São Paulo, mostrando que a colheita de lúpulo pode dar origem a eventos de colheita do Lúpulo, ao exemplo do que acontece na vizinha Argentina.

Plantar seu próprio lúpulo pode ser também uma oportunidade para se conectar mais com o seu jardim e sua família já que todos com certeza irão participar da colheita.

Para você que se identificou e quer saber mais detalhes sobre a cultura, está disponível no site do Lamas o e-book sobre cultivo de Lúpulo no Brasil onde estão descritas todas as particularidades da planta, técnicas de cultivo, secagem e beneficiamento do lúpulo. Para mais informações do e-book, clique aqui.

Eng. Agrônomo Rodrigo Ertel Baierle, Lúpulos 1090

Contatos: fone (49)99146-3031 e e-mail: rodrigo.baierle@gmail.com

Fernanda Puccinelli Autor

Grande apreciadora de cervejas, teve o primeiro contato com cerveja artesanal sendo cobaia das primeiras cervejas feitas pelos Lamas. ;) Depois de uma temporada nos EUA resolveu unir o útil ao agradável e se aprofundar no mundo das cervejas artesanais. Gosta de viajar, cachorros e claro beber e falar sobre cerveja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *