Encontro Aberto da Acerva Paulista – Ribeirão Preto

Parte das nossas queridas cervejas artesanais
Pois é, mais um final de semana que ficou para a história dos cervejeiros artesanais de São Paulo. Foram dois dias mais que proveitosos, foram FENOMENAIS. Novos amigos, antigos amigos, dicas e mais dicas, lugares ótimos e sobre tudo, muito mais muita cerveja. Toda a receptividade dos novos amigos de Ribeirão Preto foi um capítulo a parte. O Marcelo e a Gabi do Empório Biergarten são pessoas maravilhosas que nos receberam como se fossemos amigos há anos…agora serão :). O Ricardo Nikima, Marcos, Magrão e todos da Colorado pelo excelente churrasco na fábrica (isso mesmo gente, fizemos um churrasco na Cervejaria Colorado, lá dentro 🙂 choppe infinito e direto da fonte), nos receberam como se fossem na casa deles, super 10 essa turma da Colorado e o Marcos ainda nos aguentou a noite no Cervejarium.
O roteiro cervejeiro em Ribeirão Preto foi o seguinte: No sábado cedo os Lamas rumaram de Campinas para Ribeirão Preto, para aquele que seria um final de semana histórico. O encontro aberto foi no Mercadão da Cidade, lugar muito agradável e com tantas opções de cerveja que é de dar inveja até em gringo. Mais precisamente no Empório Biergarten. 
Lá ficamos até acabar com as “””poucas””” cervejas disponíveis. As que consigo lembrar foram: a DunkelWeizen do Hugo da BackYard , muito boa. O Edwar da Conscerva mandou muito bem na sua Imperial Stout . O Magno partiu pra ignorância e trouxe pra lá de 5 tipos de cerveja as Magnus Prime Beer, todas super saborosas. Até Afonso da Turma da Cerveja estava com sua produção lá pra marcar presença. O Márcio e sua esposa ultra simpáticos, de Vargem Grande Paulista, estavam lá com várias cervejas e em especial um bock maravilhosa e também algumas com Cravo e gengibre. Fábio do Atelier da Cerveja e sua digníssima com uma cerveja super frutada . Boto, Alex, Fulvio (não conhecemos ele ainda, mas sempre tem cerveja dele no encontro), até um sócio novo, o Renato, com sua novissima cerveja apareceram de Mogi diretamente para Ribeirão…ou seja, era muita cerveja! E sobre tudo, pessoas maravilhosas.
 
Empório Biergarten, nossos anfitriões de sábado

 
Lamas em Ribeirão : Elso, Chico e David. Início das atividades cervejeiras

 
Só gente bacana e muito cerveja. Olha a alegria com o copo na mão
 
Mesa de Bar com os cervejeiros de plantão. Nossos peso pesados , grande Magnus e o nosso Boto ao fundo!

Chico na conversa com a galera da Acervinha de Ribeirão
 

No Biergarten. Gabi, Fabio do Atelier da Cerveja e Hugo da BackYard (fez juz ao seu nome do fim da noite 🙂 ) 
 Já se passavam das 19:00 e de lá partimos para a Vila Dionísio, um Pub sensacional. Pub mesmo. Com direito a 11 cervejas on tap, direto da bica! E um belo telão para ver o show que o Brasil deu na Argentina… Foram vários e vários pints com direito a sinuca…bom, é melhor continuarmos fazendo cerveja, pq de sinuca nenhum de nós entende muito 🙂

 
Vila Dionísio. Um Pub no interior do Brasil. Sensacional

 
Afonso e Magno na sinuca….eles resolveram jogar só pra fazer a gente rir, e rir muito 🙂 . Ao fundo Elso, Chico e Cristoph só admirando

 
Magno, o Ás do taco. Conselho dos Lamas : Continue fazendo cerveja.
Acerva Paulista dominando a Vila Dionisio. Phill e seu inseparável pint.

David, Everton(o nosso Boto) e Chico. Hora? Não fazemos idéia.

Sabádo chegava ao fim, na realidade já era domingo e em pouco horas estaríamos na dura tarefa de ir a um churrasco na fábrica da Colorado.
As 13:00 do domingo estavamos já na porta da Colorado para o tão esperado churrasco. Foi uma tarde fenomenal. Nikima mostrou toda a fábrica para nós e foi um excelente anfitrião (com filho recém nascido e ele lá nos aturando a tarde toda). Foi super bacana ver onde nascem as tão queridas Appia, Cauim e as nossas preferidas Demoiselle e Indica (aliás a Indica mudou e mudou para melhor, esta mais lupulada), e o churrasco rolando solto do lado de fora.  Além do Nikima, estavam lá o Marcos e o Magrão que não aceitaram nenhum suborno nosso para abrir ao menos uma Black Rapadura a Vintage da Colorado que esta só aguardando os amigos do Ministério da Agricultura liberarem o registro. E olha que a pressão foi grande, só faltou o Magrão sentar nos pallets…agora vamos esperar ainda mais anciosos pelo lançamento.
 
Magno, David, Elso e Chico. Olha a cara felicidade de mais um dia de “trabalho”
Olha o Phill e seu pint 🙂 
 
Tanques de Fermentação e ao fundo (em cima do mudo) as famosas rapaduras da Indica
 
Cozinha da Colorado. É aqui que a mágica acontece
 
Lamas na Colorado. Um dia teremos uma dessas na Lamas Bier
 
Aqui as colorados nascendo
 
Airlock. Fermentação a toda!!!
 
Olha elas ai ao fundo, um pallet de black rapadura, a famosa Vintage da Colorado. Cerveja de guarda “aguardando a liberação”. Eu e o Boto só na vontade 🙂

Depois do excelente churrasco partimos para o Bar Cervejarium, da própria Colorado mas que além das próprias cerjevas possuem uma carta de cervejas invejaveis. E lá estava o Marcos da Colorado, nos aguentando novamente :). Foi uma noite agradabilíssima, mas devido ao nosso estado depois de toda a maratona não temos muitas fotos.

 Última parada do tour cervejeiro em Ribeirão Preto

Bom, foi um final de semana memorável e que venha o próxima encontro.

Cheers!!!!!!!!

Mais fotos :

Picasa Lama Elso
Picasa Lamas
Flickr do Marcelo do Biergarten
Notícias em outros blogs:
Emporio Biergarten
Brejas
Conscerva
Atelier da Cerveja

McDuff

Comentários

    Phil

    (8 de setembro de 2009 - 07:02)

    Excelente cobertura do que foi o final de semana. Eu e o meu irmão ainda encaramos um segundo round com o Vila Dionísio.

    Voltemos às panelas para a produção do próximo encontro!!

    Saúde!

    David

    (8 de setembro de 2009 - 14:59)

    Vc´s são lamas demais :)…me lembrei da Dionisio so quando voltei pro hotel , ninguem quis me levar :(.

    Grande Abraço e esperamos vc´s aqui!!

    Jáááárdel

    (8 de setembro de 2009 - 16:02)

    só me esclarece uma duvida.
    Nas primeiras fotos eram copos de plástico?!

    Aí não!

    cerveja em copo de plastico é uma bosta!

    David

    (8 de setembro de 2009 - 16:09)

    plasticão! Mas com aquelas cervejas ate com copo de papel.

    Mas é verdade…vc tem razão, mas eu nao colaria meus copos pra um monte de marmanjo bebado beber hehehe, imagina entao os caras lá,pensaram nisso hehehe

    Edwar

    (9 de setembro de 2009 - 15:36)

    Fenomenal o final de semana, os encontros, as cervejas e conhecer este pessoal muito bacana. O post de vocês ficou otimo e completo. Valeu David e Lamas. Grande abraço.

    wirz

    (10 de setembro de 2009 - 07:30)

    a breja que levei do fulvio era a perdida… tem a receita no blog dele…
    os outros 2 postmix que prometi não levei pois fui de onibus pra ribeirao… um só já me arrebentou as costas… imagina 3… eu morria!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA